RESENHA ÓLEO CORPORAL SALON LINE

RESENHA ÓLEO CORPORAL SALON LINE

A Salon Line lançou recentemente na Beauty Fair seu novo produto que é o óleo corporal, esse lançamento leva o nome de: Na Pele. Quem já usou algum produto da marca sabe que eles arrasam demais em produtos para cabelo, mas será que uma marca específica para os fios também consegue caprichar em um produto para pele? É o que vamos descobrir agora.

Eu sempre tive uma quedinha por óleos mas nunca fui por vontade própria comprar um (obrigada amigos por compartilharem!). Usuários assíduos de óleos corporais sabem bem como faz tamanha diferença em nossa pele, quando inserimos esse produto nos nossos cuidados pessoais, já que os benefícios são imensos e então por inúmeros motivos, quando recebi esse produto da Salon Line fiquei super curiosa para testar, principalmente porque nunca chegou a passar pela minha cabeça que a marca podia sair da sua zona de conforto e ir para o lado dos cuidados com a pele e sim, capricharem muito!

Leia também: Óleo de Argan é bom

SOBRE O ÓLEO CORPORAL

salon line na pele
Pin on Pinterest

O óleo que recebi foi o de Amêndoas, colágeno e elastina. Esse óleo promete hidratação e elasticidade além de garantir uma ação desodorante, é indicado para pele seca e possui 100ml. MODO DE USO: Utilizar após o banho com a pele ainda molhada e enxaguar ou apenas secar o corpo com a toalha após o uso do produto (sem a necessidade do enxague). É indicado o uso contínuo do produto pois a partir dai, é formada uma película na pele que impede a perca de agua excessiva e natural do nosso corpo.

O QUE EU ACHEI
oleo corporal salon line

Apenas maravilhoso! Minha pele vai de normal a seca, mas os joelhos e cotovelos são extremamente secos e apenas em um dia de uso do produto, senti uma hidratação intensa e o cheiro é uma delicia, ele fica durante um bom tempo no corpo. Meu modo de uso foi um pouco mais além, decidi testar o óleo sem remove-lo para ver se sentiria alguma diferença e adorei! Desde então é assim que tenho utilizado (sem enxagua-lo ou passar a toalha). A pele realmente fica bem macia, até mesmo nas partes mais secas. Depois que comecei a usa-lo, até larguei um pouco de mão o próprio hidratante corporal, pois ó óleo sozinho já da uma grande diferença. Apenas nas mãos que eu senti que ainda necessita do uso de um hidratante para que não fiquei tão “áspera e seca”. Apesar de ser óleo corporal, diferente de muitos que já vi, sua textura é bem leve e não incomoda ou seja, até mesmo no calor é um excelente produto.

Produto aprovadíssimo! Muitos hidratantes corporais que já usei não conseguiram deixar minha pele tão macia quanto esse óleo.

lançamento óleo corporal
Além desse que recebi, a Salon Line lançou mais 5 opções de óleos para que nenhum tipo de pele fique de fora!
Óleo Corporal Coco
Rico em Vitamina E, que nutre e hidrata a pele, deixando super macia. Para cuidados com a pele seca.
Óleo Corporal Avelã
Esse possui poder hidratante e nutritivo que auxilia no combate ao envelhecimento precoce da pele e também possui uma fragrância marcante. Para cuidar da pele extra seca.
Óleo Corporal Vanilla
Rico em vitaminas que auxiliam na manutenção da saúde da pele, deixando-a hidratada e com um toque extremamente suave. Pele extra seca.
Óleo Corporal Flor de Laranjeira
Perfeito para hidratar e acalmar a pele. Além disso, protege das ações do tempo e do ressecamento, deixando uma fragrância extremamente delicada na pele. Para pele seca.
Óleo Corporal Flor de Cerejeira
O Óleo de Flor de Cerejeira possui propriedades antioxidantes que hidrata profundamente, deixando a pele aveludada e perfumada. Indicado para pele extra seca.
O valor sai em torno de R$12 no próprio site da Salon Line, mas você também consegue encontra-lo em outros lugares.
Tem algum óleo corporal que é o seu queridinho? Vale a pena abrir mão pra testar esse hein?! Conta aqui pra mim sua opinião.

As máscaras faciais que merecem ser testadas

As máscaras faciais que merecem ser testadas

As máscaras faciais se tornaram a nova febre das blogueiras e dos amantes de produtos de beleza, por ter um efeito potencializado em sua fórmula que garante uma pele linda em questão de minutos.

E como nós também já entramos com tudo na tendência, fizemos uma lista com 5 máscaras ótimas e baratinhas para você usar! Como não amar?

Leia também
As assustadoras máscaras faciais de emoji

Máscaras faciaisDivulgação
Máscara de Limpeza Facial Argila Branca da Korres

Preço: R$ 34,90

A máscara remove o excesso de oleosidade da pele sem interferir as características naturais dela. Isso se deve pelo fato de que ela tem argila branca na fórmula, que tem um pH parecido com o da pele. Ou seja, o tratamento é delicado e indicado para qualquer um.

Leia também: Máscara Preta pra que serve

Preço: R$ 19

Se você tem problemas com lábios ressecados, vai adorar essa máscara! Com manteiga de karitê na fórmula, ela hidrata a boca e evita aquelas rachaduras que aparecem no frio (e doem muito mais do que parece).

Máscaras faciaisDivulgação
Máscara Keep Calm & Xô Canseira da Ricca

Preço: R$ 9,90

A máscara, que contém extrato de pepino e aloe vera, serve para hidratar a área dos olhos e reduzir os sinais de cansaço, como olheiras e bolsas.

Máscaras faciaisDivulgação
Máscara de Ouro da Océane

Preço: R$ 20

Apesar do preço da máscara ser bem em conta, ela contém ouro em sua fórmula, o que dá iluminação, firmeza e hidrata a pele. Vale dizer que a textura dela é em gel, o que também evita que a pele fique muito oleosa.

Máscaras faciaisDivulgação
Máscara Anti-Idade Facial Collagen da Dermage

Preço: R$ 12

A máscara ajuda na formação de colágeno, melhorando a elasticidade, a luminosidade e a maciez da pele. Como se não bastase, ela também possui ativos hidratantes e peptídeos antienvelhecimento.

Saiba como fazer 4 tipos de hidratantes labiais caseiros

Saiba como fazer 4 tipos de hidratantes labiais caseiros

Enquanto o outono caminha para o fim, o inverno começa a mostrar seus primeiros sinais, trazendo um friozinho que fez boa parte do Brasil tirar os cobertores e agasalhos do guarda-roupa. Além de preparar os looks para a estação, é legal ficar ligado também na saúde da sua pele e da sua boca, investindo em máscara faciais e hidratantes labiais.

Crédito: Getty Images/iStockphoto
Hidratantes labiais são uma mão na roda na hora de manter os lábios saudáveis
Os lábios são uma das partes do corpo mais sensíveis, já que não contam com tanta lubrificação natural, como o rosto, por exemplo, sofrendo ações diretas de fatores externos, como Sol, ventos e chuvas, o que leva a ressecamentos, descamações e fissuras.

Selo Facilite
Facilite Sua Vida: 5 produtos inusitados de casa que servem como demaquilantes
Alguns cuidados básicos ajudam a evitar o ressecamento dos lábios, como o uso de hidrantes labiais e manteiga de cacau. Esquecer de limpar o batom no final do dia, não usar protetores solares e respirar muito pela boca, mesmo que seja algo involuntário, são práticas que afetam a saúde da região.

Quem pensa que passar a língua nos lábios ajuda a manter a hidratação também está equivocado, pois a saliva reúne enzimas digestivas, que estimulam a descamação da pele fina. Em casos extremos, pomadas para assaduras de bebês são uma boa solução, usadas sempre com moderação.

Leia também: Lábios ressecados remédio caseiro

No mercado, é possível encontrar uma infinidade de marcas, modelos e preços de hidratantes labiais, mas como o Catraca Livre Estilo gosta mesmo é de colocar a mão na massa, selecionamos 6 receitas do produto para você fazer em casa gastando pouco. Olha só:

Vaselina
Em um recipiente, coloque duas colheres de sopa de vaselina simples e leve ao microondas por 30 segundos ou até que fique líquida, mexendo sempre entre os intervalos.

Se quiser dar um pouco de vida ao hidratante labial, coloque um pedacinho de batom da cor de sua preferência. Em seguida, para deixar com um sabor mais agradável, misture uma colher de chá de óleo de coco e algumas gotinhas do óleo essencial que quiser, como de hortelã, por exemplo.

Para finalizar, coloque a mistura em um recipiente pequeno e com tampa, e leve à geladeira por alguns minutos, até endurecer.

Mel
O mel é frequentemente usado em produtos hidrantes. Suas propriedades combatem o envelhecimento precoce e, aliado ao açúcar, funciona como esfoliante.

Misture uma colher de sopa de mel a uma de açúcar demerara ou mascavo batido no liquidificador para não ficar tão grosso.

Aplique a pasta nos lábios secos, aguarde 15 minutos e enxágue com água. Não é recomendado usar a mistura todos os dias, por isso, invista em aplicações de 1 a 2 vezes por semana.

Cera vegetal
Derreta uma colher de sopa de cera vegetal, colocando por 30 segundos no microondas, e misture a meia colher de sopa de manteiga de cacau e meia de óleo de coco, o qual deixará o hidratante com um aroma incrível.

Para dar cor, acrescente um pedaço de batom de tom forte. É legal saber que a cor ficará apenas no produto e não será transferida para seus lábios.

Coloque o líquido no recipiente de sua escolha, deixe secar e pronto! Confira a receita completa:

Cera de abelha
Em um recipiente em banho maria, coloque três colheres de sopa de óleo de coco, de amêndoas ou de azeite de oliva. Inclua meia colher de sopa de uma das opções não usadas e uma inteira de cera de abelha.

Após derreter os ingredientes até formar uma mistura homogênea, acrescente de cinco a dez gotas de um óleo essencial e deixe endurecer na embalagem que preferir.

Azeite de oliva
Em um pote de vidro previamente esterilizado em água fervente, coloque uma xícara de azeite de oliva e mergulhe dois saquinhos de chá de erva cidreira ou capim limão.

Deixe tampado por três ou quatro dias e, quando sentir os lábios ressecados, misture o azeite “temperado” com açúcar mascavo e aplique na boca, massageando por alguns minutos. Em seguida, enxágue com água.

Morango
Com um garfo, amasse bem 5 morangos e leva ao fogo com 4 colheres de sopa de água. Após ferver e evaporar todo o líquido, misture a pasta com uma colher de sopa de mel e leve à geladeira para endurecer.

ÓLEO HIDRATANTE FIRMADOR DE AMÊNDOA, L’OCCITANE

ÓLEO HIDRATANTE FIRMADOR DE AMÊNDOA

A linha de amêndoas da L’occitane é uma das mais clássicas da marca – e tem muitas fãs! Sempre vi muita gente amando os produtos e até hoje nunca tinha usado nada. Até que veio esse óleo hidratante que promete também deixar a pele mais firme.

ÓLEO HIDRATANTE FIRMADOR DE AMÊNDOA, L’OCCITANE
O óleo hidratante firmador de amêndoas é indicado para quem busca pele com aparência mais firme e suave. A fórmula tem óleos de amêndoas e camelina, ricos em ômega 3 e 6, que auxiliam na hidratação da pele. A embalagem é de vidro com spray.

óleo hidratante

Além disso, promete deixar também a pele com acabamento sedoso e fragrância suave de amêndoas frescas. A marca sugere aplicação duas vezes ao dia, massageando a pele em movimentos circulares.

O QUE ACHEI DELE?
Esse é um óleo corporal com uma textura muito gostosa. É leve, espalha fácil, fininho… E um minutinho depois, nem parece que você acabou de aplicar óleo. Meio que some na pele, deixando toque macio e aveludado.

Leia também: Óleo de rosa mosqueta estria

E a parte boa, que é o cheirinho de amêndoas, essa sim fica na pele, o que muito me agrada. Sinto que o óleo deixa mesmo a pele hidratada, nutrida, mais flexível.

óleo hidratante

Quanto à promessa de melhoria da firmeza da pele, acredito que isso seja mais por conta da hidratação mesmo. Quanto mais hidratada sua pele, mais flexível ela fica e também mais bonita, com mais aparência de pele saudável e bem nutrida. Infelizmente não inventaram ainda produto que substitua musculação, por exemplo (mas se inventarem, eu quero).

Eu gostei muito, adoraria uma garrafa de dois litros dele – mas infelizmente é muito caro (hahaha).

COMPOSIÇÃO
óleo hidratante

PREÇO E ONDE COMPRAR
O Óleo Hidratante Firmador de Amêndoa custa R$ 259. Dá para encontrar nas lojas da L’occitane ou diretamente no site deles mesmo.

Veja como fazer um peeling de diamante caseiro

Veja como fazer um peeling de diamante caseiro

​Uma boa forma de realizar um peeling de diamante em casa é utilizar um bom creme esfoliante para remover as células mortas da camada mais superficial da pele. No entanto, outra forma de realizar este tipo de tratamento é comprar um kit para peeling de diamante portátil em lojas de produtos especializados ou pela internet.

Apesar de existirem vários cremes esfoliantes no mercado, todos eles atuam da mesma forma, assim como as receitas caseiras, que podem ser preparadas com pó de café, farelo de aveia ou fubá, por exemplo. Em todos estes casos é a espessura da molécula que ao ser friccionada na pele promove a retirada de impurezas, excesso de queratina e as células mortas, deixando a pele mais fina, pronta para receber a hidratação necessária.

Como fazer um peeling de diamante caseiro
Uma ótima receita para esfoliar a pele, fazendo um peeling de diamante caseiro, consiste em misturar 1 colher de mel com 1 colher de açúcar e friccionar esta mistura em todo rosto, insistindo mais nas regiões onde a pele tente a ter mais cravinhos como nariz, testa e queixo.

Leia também: Peeling Caseiro receita

O passo a passo para realizar o peeling caseiro consiste em:

Passar um algodão com água ou leite de limpeza facial em todo rosto.

Veja como fazer um peeling de diamante caseiro
Aplicar o esfoliante com uma esponja ou disco de algodão, friccionando todo o rosto.

Veja como fazer um peeling de diamante caseiro
Retirar o esfoliante com um disco de algodão embebido em água ou água termal e aplicar uma fina camada de creme hidratante para o rosto, que contenha filtro solar.

Veja como fazer um peeling de diamante caseiro
Este tipo de limpeza profunda da pele pode ser realizada 1 vez por semana, mas não é aconselhada quando a pele está ferida e quando espinhas estiverem presente, porque nestes casos a pele pode ser danificada. Se você está com espinhas, veja o que pode fazer para curar em: Remédio caseiro para espinhas.

Os benefícios do peeling de diamante podem ser observados logo a seguir o tratamento e incluem uma pele mais clara e mais limpa, eliminação dos cravos e melhor hidratação de todo o rosto, mas para manter a pele sempre bonita também é importante cuidar da pele de dentro para fora, ingerindo cerca de 2 litros de água por dia e dando preferência aos alimentos que prolongam a juventude. Veja quais são

CONHEÇA O PODER DO CHÁ DE GENGIBRE

CONHEÇA O PODER DO CHÁ DE GENGIBRE

Todos os chás nos fornecem propriedades que, de acordo com a sabedoria popular, nos servem para algum benefício. No entanto, tais informações nem sempre são tão úteis. Todo o tipo de erva fornece algum tipo de propriedade que pode ter uma função mais ativa e direta, ligada a um determinado problema. Conheça os poderes do chá de gengibre nesta matéria.

Seja o chá com base em ervas, flores, frutas, folhas ou sementes, ele apresenta duas funções básicas: fitoterápica ou fitoenergética. O mesmo acontece com o chá de gengibre.

A FUNÇÃO FITOTERÁPICA DO CHÁ DE GENGIBRE
Atuando na fisiologia humana, ou seja, a parte física, a função fitoterápica dos chás ativa é relacionada principalmente com o princípio ativo presente em determinada planta, neste caso, o gengibre.

Usar as plantas com essa função deve haver cuidado, uma vez que funciona como um remédio. Ou seja, é preciso dosar bem as quantidades corretas e saber usar as plantas corretas e ideais para você. Apesar de natural, é visto como medicação e todo cuidado é pouco.

Leia também: chá de gengibre

A FUNÇÃO FITOENERGÉTICA DO CHÁ DE GENGIBRE
Enquanto a outra função é claramente ativa na parte física, essa age na sua alma. Isso quer dizer que está relacionada com a função oculta da planta. A energia que a mesma tem e incentiva o seu campo de pensamentos, sentimentos e emoções.

A função fitoenergética do chá de quebra pedra atua ainda no campo espiritual e sob a alma humana. Convém combinar as plantas e também utilizá-las de forma correta, uma vez que a polaridade deve ter uma composição correta. No entanto, uma simples oração no momento do preparo também pode ajudar a manter a energia do chá ativada.

PODERES OCULTOS DO CHÁ DE GENGIBRE
O gengibre é um grande atuante na simpatia e na sua ligação com as pessoas. Esse tipo de chá pode ajudá-lo a viver em mais harmonia com o seu companheiro amoroso e também com amigos com os quais tem uma relação mais tremida.

Ele é capaz de gerar um sentimento de amor e alegria que influencia diretamente na sua relação com o próximo. Se passar por dias com menos paciência do que o normal, um chá de gengibre basicamente o ajudará a ser mais simpático com os que querem o seu bem.

É ótimo para melhorar a sua questão de intimidade, seja com o seu parceiro ou com a confiança que tem nas pessoas. Outro ponto bastante positivo do gengibre é a simplicidade com a qual você conseguirá resolver os problemas e eliminar o mau humor de vez.

Queda de cabelo

Queda de cabelo

Alterações significativas na aparência dos cabelos podem impactar seriamente a auto-estima das pessoas. A queda de cabelos pode causar sérias conseqüências emocionais – tanto para homens como para mulheres.

Os cabelos não servem somente como um aliado estético, mas também funcionam como um isolante térmico, protegendo a cabeça das radiações solares.

O principal indicativo de cabelos saudáveis é quando a cutícula do cabelo tem um padrão regular. Isso faz com que as moléculas de água e de proteína mantenham-se no cabelo – mantendo-o maleável, com brilho, forte e macio.

Mas quando nosso cabelo começa a cair ou está com sua estrutura alterada, isso pode ser indício de doenças.

As causas para a queda de cabelo podem ser internas ou externas.

Causas Externas
As causas externas da queda de cabelo geralmente são provocadas por desgastes por produtos químicos, tais como:

Escova progressiva;
Tinturas de má qualidade;
Tração dos fios – como em sessões de alisamento – ou por pressão provocada por penteados que puxam o cabelo para traz;
Acúmulo de resíduos de cremes no couro cabeludo.
Mas a causa da queda não necessariamente é de origem química. Entre as causas comuns de origem não-química estão exposição excessiva aos raios ultravioleta, uso de secadores e escovação brusca.

Leia também: remédio para queda de cabelo

Em ambos os casos, ocorrem anomalias na disposição das cutículas e, conseqüentemente, na estrutura dos fios e do couro cabeludo, deixando-os danificados. Nesses casos – em que as escamas ficam abertas, provocando perda de brilho, umidade e resistência – faz-se necessário um tratamento profundo e intensivo. Esse tratamento deve ser à base de cremes específicos para a recuperação dos fios. Além disso, deve-se parar completamente com o uso dos produtos químicos nos cabelos, até que eles estejam novamente revitalizados.

Quando os cabelos estão caindo em grande quantidade ou quando tornam-se mais finos e escassos, não se deve dispensar a consulta a um dermatologista para descobrir com precisão a causa.

Os especialistas na área irão avaliar o problema do paciente, buscando informações sobre sua dieta, uso de medicamentos, vitaminas tomadas nos últimos seis meses, histórico familiar e doenças recentes. No caso de mulheres que apresentam esta queixa, o médico deve perguntar sobre o ciclo menstrual, gravidez e menopausa.

A próxima etapa é fazer um exame do couro cabeludo, analisando os fios de cabelo ao microscópio. Testes laboratoriais mais específicos também podem ser indicados, como por exemplo, a biópsia do couro cabeludo.

Causas Internas

Má Alimentação
Uma alimentação rica em vitaminas e proteínas é essencial para o fortalecimento dos fios. Por isso, para obter os nutrientes necessários, procure seguir uma dieta equilibrada que contenha:

Zinco, presente em alimentos como carne vermelha, frango e peixe; (saiba mais)
Aminoácidos lisina, cisteína e prolina, presentes em carnes;
Beta-caroteno, presente em vegetais alaranjados como cenoura e folhas de cor verde-escura;
Vitaminas do complexo B, presentes em grãos, nozes, legumes, cereais integrais.
O ferro é um dos componentes mais importantes para a saúde do cabelo. A reserva de ferro no organismo deve estar alta. Algumas pessoas não ingerem ou não absorvem bem o ferro. Mulheres com o período menstrual muito longo ou com grande volume perdem muito ferro e ficam anêmicas. Para saber mais detalhes sobre o que fazer, veja nosso artigo sobre ferritina.

Pós-parto
Geralmente após o parto, ocorrem casos de queda de cabelo em algumas mulheres. Porém, essa queda é perfeitamente normal, ocorrendo enquanto o organismo da mulher se recupera dos desequilíbrios hormonais da gravidez. Outro fator agravante é a amamentação — período em que a mãe dispõe de muitos nutrientes para o bebê através do leite.

A queda de cabelo normalmente inicia-se de 2 a 3 meses após o parto, normalizando-se naturalmente no prazo de 1 a 6 meses.

Durante este período, valem os conselhos habituais: evite banhos muito quentes, escovação exagerada e realize massagens no couro cabeludo com as pontas dos dedos. Não há restrições após o parto com relação ao uso de tinturas, tonalizantes e procedimentos químicos – como permanente e alisamento.

Micoses do couro cabeludo
Essa infecção é contagiosa e mais comum em crianças.

Inicialmente formam-se pequenas áreas de descamação que podem se estender e resultar em áreas de fios quebradiços, eritema (vermelhidão), edema (inchaço) e infiltração. O tratamento deve ser feito através de medicação oral.

Uso das pílulas anticoncepcionais
Mulheres que apresentam queda de cabelos ao utilizarem pílulas anticoncepcionais geralmente já apresentam uma tendência prévia a terem menor quantidade de cabelos. Se a queda efetivamente ocorrer, a usuária deverá consultar seu ginecologista na tentativa de substituir o anticoncepcional usado.

Quando a mulher interrompe o uso do anticoncepcional, ela poderá perceber que a queda do cabelo inicia-se de 2 a 3 meses após esta interrupção, podendo permanecer até 6 meses.

Saiba mais sobre Anticoncepcional
Distúrbios da glândula tireóide
Com relação à produção dos hormônios da tireóide, tanto a diminuição (hipotireoidismo) como o aumento (hipertireoidismo) podem ser causas de queda de cabelo. Estas alterações podem ser diagnosticadas através de exames laboratoriais. O tratamento correto das doenças da tireóide pode corrigir efetivamente a perda capilar.

Febre alta e infecções
Uma gripe forte pode levar a uma queda excessiva dos cabelos por algum tempo, cessando espontaneamente.

Tratamentos para câncer (quimioterapia e radioterapia)
Alguns tipos de tratamentos para câncer farão com que as células responsáveis pelo crescimento dos cabelos parem de se multiplicar. Os cabelos começam, então, a ficar finos e quebradiços. Isto ocorre cerca de 1 a 3 semanas após o início do tratamento. Pacientes podem chegar a perder mais de 90% dos seus cabelos. Depois de terminado o tratamento, o crescimento capilar reinicia-se normalmente.

Cirurgia e medicação intensa
Alguns medicamentos usados no tratamento de gota, artrite, depressão, problemas cardíacos, hipertensão arterial e anemia contribuem para o problema. O excesso de vitamina A também pode levar à queda.

Calvície hereditária
É a causa mais comum, sendo que esta tendência pode ser herdada tanto do lado materno quanto do lado paterno da família.

Saiba mais sobre Calvície
Alopecia Areata
É o tipo de queda de cabelo que leva a uma área pequena e arredondada totalmente sem cabelos (“pelada”).

7 Benefícios da Biotina – Para Que Serve e Fontes

7 Benefícios da Biotina – Para Que Serve e Fontes

A biotina, também conhecida como vitamina B7, é um componente do complexo B que tem recebido cada vez mais atenção. Seus benefícios estéticos para a pele e para os cabelos tornaram a biotina famosa, mas a verdade é que seus efeitos vão muito além disso.

Essa vitamina, cuja deficiência é bastante rara, beneficia ainda quem procura perder peso e quem busca ganhar massa muscular. Dessa forma, vale a pena garantir que os níveis diários sejam atingidos, o que pode facilmente ser feito pela vasta maioria das pessoas sem suplementação.

Vamos conferir abaixo todos os benefícios da biotina para a boa forma e saúde, e assim você vai compreender para que serve essa vitamina em seu organismo.

1. Menos Colesterol e Triglicerídeos
Em primeiro lugar, há claros benefícios da biotina para a saúde do sistema circulatório e do coração. Bons níveis de biotina no corpo contribuem para uma redução dos níveis de colesterol, o que diminui significativamente o risco e severidade da hipertensão, bem como da arteriosclerose.

A biotina tem o mesmo efeito redutor sobre os níveis de triglicerídeos, que também são nocivos para o sistema circulatório e que podem até mesmo piorar o problema do colesterol, diminuindo os níveis de colesterol HDL (o colesterol “bom”).

2. Regulação dos Níveis de Açúcar
A biotina também tem entre as suas funções a manutenção de níveis de açúcar regulares no sangue. Essa manutenção, que evita momentos de excesso ou de escassez de açúcar, reduz a pressão sobre os níveis de insulina. Dessa forma, um dos benefícios da biotina é prevenir e reduzir a severidade da diabetes tipo 2.

3. Benefícios para a Pele e para o Cabelo
A biotina também é raramente chamada de vitamina H, nome que recebeu em virtude das palavras Haar e Haut, termos alemães para cabelo e pele. Desde o começo dos estudos sobre a biotina, foram reconhecidas as suas funções na manutenção da saúde da pele, do cabelo e das unhas.

Os benefícios da biotina para esses tecidos se mostram através de uma queda de cabelo em menor quantidade, bem como através de cabelos e unhas mais fortes, as quais passam a se quebrar menos frequentemente. Além disso, a pele também se torna mais sadia, evitando uma série de problemas estéticos como a acne ou quaisquer dermatites.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Uma Popular Vitamina para Mulheres Está Interferindo em Exames Médicos
19 Alimentos Ricos em Biotina
9 Benefícios da Vitamina H – Para Que Serve e Fontes
O Que Comer Para Fortalecer as Unhas
4. Melhor Metabolismo
Um dos mais significativos benefícios da biotina é o seu papel no metabolismo, realizado sobretudo através da ativação de enzimas. As enzimas são essenciais para uma digestão eficaz, uma vez que são elas que quebram os nutrientes em unidades menores que podem ser absorvidas pelo corpo. Dessa forma, a biotina zela por uma digestão completa, com uma absorção mais rápida e mais segura dos nutrientes necessários.

Leia também: Biotina preço

5. Reparo dos Tecidos
A biotina também possui funções importantes no que se refere ao crescimento e ao reparo de uma grande variedade de tecidos do corpo humano. Dessa forma, o crescimento da medula óssea depende da biotina, bem como o reparo das células nervosas eventualmente danificadas.

6. Perda de Peso
Os benefícios da biotina para a perda de peso se dão sobretudo através de suas funções no metabolismo. A ativação das enzimas para que serve a biotina garante a absorção dos nutrientes necessários, evitando que o corpo tenha reações negativas que levam ao acúmulo de gordura a ao aumento exagerado do apetite.

Outro ponto importante para o emagrecimento é o controle que a biotina exerce sobre os níveis de açúcar no sangue. Níveis altos de açúcar favorecem o acúmulo de gordura. Além disso, níveis controlados de açúcar permitem que o corpo funcione com níveis mais baixos de insulina, um hormônio que estimula o armazenamento de gordura.

7. Ganho de Massa Muscular
A biotina é de grande importância para o ganho de massa muscular, sobretudo em virtude de suas funções no reparo dos tecidos danificados. A recuperação dos tecidos se encaixa perfeitamente no treino de hipertrofia, cujo princípio é provocar pequenos danos nos músculos, que são em seguida reparados com ganhos de massa muscular.

Através de seu papel na digestão, a biotina garante ainda que o corpo tenha a energia necessária para a síntese proteica, fator essencial para o crescimento dos músculos.

Efeitos da Falta de Biotina
Uma verdadeira deficiência de biotina é algo bastante raro. Na verdade, na maior parte dos caso há uma grande autonomia no que diz respeito a essa vitamina, uma vez que bactérias presentes no intestino humano podem produzir quantidades mais que suficientes de biotina.

É possível, porém, que problemas genéticos afetem essa produção de biotina, que também pode ser prejudicada pelo consumo de antibióticos, que podem matar as bactérias que são por ela responsáveis. Verifica-se também uma concentração abaixo da ideal sobretudo em idosos, alcoólatras, pessoas com problemas digestivos, pessoas epiléticas e atletas.

Além disso, gestantes e lactantes também podem sofrer frequentemente com a falta dessa vitamina.

Uma deficiência leve de biotina pode se manifestar na forma de problemas neurológicos como a letargia, o formigamento das extremidades, mas até mesmo com alucinações e depressão. Deficiências severas se manifestam em geral através da queda de cabelo e de problemas na pele como dermatites, acne e coceiras, além de poder provocar conjuntivite.

Deficiências prolongadas, como aquelas causadas por fatores genéticos, podem levar a um sistema imunológico menos eficiente.

Quanto de Biotina é Suficiente?
As quantidades diárias necessárias de biotina aumentam conforme o crescimento, começando no nível de 0,0005mg, que é válido até os 6 meses de idade. A partir desse ponto, as necessidades diárias aumentam até os 19 anos de idade, quando se estabilizam em 0,0019mg para homens e mulheres pelo resto da vida.

As mulheres gestantes devem continuar obtendo 0,0019mg por dia, enquanto as lactantes precisam diariamente de 0,0035mg. Além disso, é importante lembrar que a biotina é uma vitamina hidrossolúvel, e por isso não pode ser armazenada pelo corpo. É importante que as quantidades diárias sejam regularmente obtidas.

Onde Encontrar Biotina?
Além de ser produzida por bactérias no intestino, não é difícil saber onde encontrar biotina nos alimentos, de forma a garantir que os níveis adequados estão sendo atingidos.

Os principais alimentos com biotina são as gemas de ovos, os peixes, o leite e o fígado. Outras fontes são o arroz integral, a aveia, a soja e os nozes. Outros alimentos com quantidades apreciáveis de biotina são as batatas, as bananas, o brócolis, o espinafre e a couve-flor.

É preciso ter cuidado, porém, com as claras dos ovos. Quando cruas, as claras são fontes de uma proteína que reduz a absorção de biotina, de modo que podem mesmo ser a causa de uma deficiência dessa vitamina. Aquecer a clara através de seu cozimento ou fritura desnatura a proteína que causa esse efeito.

Suplementação de Biotina
A suplementação de biotina é em geral desnecessária, uma vez que a deficiência dessa vitamina é raríssima. Entretanto, trata-se de um tratamento possivelmente benéfico para aqueles que estão em risco de deficiência, como idosos, gestantes e atletas.

A suplementação é, porém, absolutamente necessária para pessoas que sofrem com uma deficiência hereditária de biotina. Além disso, há suspeitas de que, em combinação com o crômio, a suplementação de biotina seja eficaz no controle do diabetes.

Deve-se notar, porém, que a forma do suplemento é bastante importante. Suplementos em forma de creme ou gel, que prometem beneficiar a pele, são em geral ineficazes, uma vez que a pele não é capaz de absorver a biotina. Em todo caso, o suplemento mais eficiente é administrado oralmente.

A determinação da dosagem deve feita por um médico, que poderá, além disso, evitar qualquer interação indesejável com medicamentos utilizados pelo paciente.

Overdose de Biotina
Felizmente, doses muito altas de biotina não demonstraram nenhum efeito negativo em testes clínicos. Trata-se de uma substância possivelmente segura mesmo em quantidades extremamente altas. De qualquer forma, uma vez que não se sabe a partir de qual nível a biotina se torna perigosa, recomenda-se que a suplementação seja feita apenas com o objetivo de atingir as necessidades diárias.

Entenda como é feito o tratamento de varizes

Entenda como é feito o tratamento de varizes

O tratamento de varizes pode ser feito com diversas técnicas com laser, espuma, glicose ou nos casos mais graves, cirurgia, que são recomendadas de acordo com as características da varize. Além disso, o tratamento inclui alguns cuidados, como evitar ficar muito tempo sentado ou de pé porque isto melhora a circulação sanguínea no corpo, diminuindo as varizes e os seus sintomas.

No caso dos vasinhos capilares avermelhados, o tratamento envolve a realização de uma escleroterapia, uma técnica feita em consultório onde o médico recorre à utilização de agulhas e de produtos químicos para interromper o fluxo de sangue nos vasos.

As principais formas de tratamento de varizes são:

1. Tratamento com laser
O tratamento a laser para eliminação de varizes, também chamado de escleroterapia a laser, é muito eficaz para tratar vasos pequenos médios que aparecem no nariz, bochechas, tronco e pernas. O tratamento com laser não causa muita dor em comparação aos outros tratamentos, não é um procedimento invasivo e garante bons resultados, no entanto, pode necessitar a realização de um tratamento complementar para aumentar a eficácia do tratamento. Após o laser é importante evitar a exposição ao sol e utilizar filtro solar para evitar que a região tratada fique manchada. Entenda como é feita a escleroterapia a laser.

Leia também: o que é Varicell

2. Tratamento com espuma
O tratamento de varizes com espuma, conhecido como escleroterapia com espuma, é eficaz nas varizes de pequeno calibre, sendo mais indicado para os vasinhos e para as microvarizes. A espuma é uma mistura de gás carbônico com um líquido, que juntos são aplicados diretamente nas varizes, fechando a veia. O tratamento com espuma é praticamente definitivo e após o procedimento é recomendado utilizar meias elásticas de compressão para melhorar a circulação e diminuir as chances das varizes reaparecerem. Veja como é feita a escleroterapia com espuma.

3. Tratamento natural
Um bom tratamento natural para varizes é tomar um comprimido de castanha da índia, porque esta planta medicinal melhora a circulação sanguínea, sendo uma boa opção para complementar o tratamento indicado pelo médico. Pode-se comprar a castanha da índia em farmácias, farmácias de manipulação e em lojas de produtos naturais, mas ela só deve ser tomada quando indicada pelo médico.

Outra opção natural para tratamento das varizes é a utilização de fitoterápicos, como a Novarrutina e o Antistax, pois possuem substâncias capazes de aliviar a dor e o inchaço das pernas com varizes. Além disso há opções de remédios caseiros para tratar varizes, como o suco de uva e a compressa de couve, por exemplo. Veja 8 remédios caseiros para varizes.

4. Cirurgia
A cirurgia para varizes é indicada para os casos mais graves, onde as varizes são muito grossas, com mais de 1 dedo de calibre, gerando sintomas como inchaço nas pernas, dor e coceira, o que pode trazer complicações. A recuperação da cirurgia de varizes depende da quantidade e do tamanho das veias que são retiradas. Veja como é feita a cirurgia para varizes.

Como garantir os resultados do tratamento
No entanto, é importante seguir algumas recomendações importantes para que o tratamento seja eficaz, como:

Usar meias elásticas de compressão diariamente, pois comprimem os vasos sanguíneos, devendo ser colocadas nas pernas logo ao acordar e retiradas para tomar banho e dormir. As meias elásticas de compressão podem ser encontradas nas farmácias ou em lojas de produtos hospitalares, no entanto, devem ser utilizadas sob orientação médica. Saiba para que serve e quando usar as meias de compressão;
Colocar um calço no pé da cama, para melhorar a circulação do sangue na perna;
Remédios para varizes, pois diminuem a retenção de líquidos e melhoram o retorno venoso diminuindo as chances de desenvolver novas varizes. Esses remédios devem ser prescritos e orientados pelo médico.
Além disso, é recomendada a prática de algum tipo de atividade física, pois assim o sangue é bombeado com mais força e a capacidade cardíaca também melhora, diminuindo a incidência das varizes.

Como prevenir as varizes
Para prevenir as varizes é recomendado fazer exercícios físicos regulares e acompanhado por um profissional, evitar estar acima do peso, sentar e deitar com as pernas para cima e avaliar a possibilidade de não tomar a pílula anticoncepcional, por exemplo.

Além disso, é recomendado evitar ficar muito tempo sentado ou em pé, parado, por muito tempo e evitar usar saltos altos todos os dias. Assim, é possível evitar o aparecimento de varizes ou a volta das varizes antigas.

Você costuma tomar suco verde?

Você costuma tomar suco verde?

O suco verde não é apenas uma moda e nem parte de um tratamento milagroso; ele é uma preparação com propriedades específicas que melhora a saúde em geral. O suco verde tem como finalidade promover a renovação do funcionamento fisiológico do aparelho digestivo, aumentando a vitalidade e a energia, melhorando a circulação, reforçando as defesas do organismo e retardando o processo de envelhecimento.

Os sucos verdes são aqueles que misturam folhas verde-escuras com frutas e outros alimentos considerados funcionais. Como esse tipo de suco concentra alimentos de alto valor nutricional, esses alimentos, juntos, formam uma bebida riquíssima em vitaminas, minerais e antioxidantes, capaz de trazer inúmeros benefícios à saúde.

Leia também: suco verde benefícios

Benefícios do suco verde
O suco verde contém fibras, vitaminas, minerais, são ricos em clorofila, ácidos fenólicos, glicosídeos e flavonoides. Eles agem como potentes catalisadores da eliminação de toxinas e possuem o objetivo de fornecer muitos nutrientes ao organismo, ativando o metabolismo e auxiliando os órgãos como um todo.
O suco verde é repleto de clorofila. Esse pigmento — que dá a cor verde às plantas — fortifica o sistema imunológico, auxilia no tratamento da anemia, elimina toxinas, limpa o intestino e evita diversas doenças.
Além da clorofila, o suco verde fornece magnésio (fundamental para o organismo, pois participa das reações orgânicas) e antioxidantes (capazes de impedir a ação dos radicais livres, que levam ao envelhecimento e doenças).
As hortaliças de folhas verde-escuras são ricas em ácido fólico — um complexo vitamínico B, necessário para manutenção adequada do sistema nervoso e dos glóbulos vermelhos no sangue.
O suco verde tem propriedades realmente maravilhosas. Ele é rico em ferro e Vitamina C (imunidade), Zinco (fertilidade) e Magnésio (previne cólicas menstruais, enxaqueca e qualquer espasmo muscular). Além disso, quem toma percebe a diferença na disposição para enfrentar o dia e de quebra melhora a saúde do fígado.
Que tal incluir o suco verde na sua dieta?
Tomar o suco verde deveria ser um hábito na vida das pessoas. Não precisa tomar todos os dias, mas o hábito de tomar 2 ou 3 vezes na semana seria muito benéfico. Não existe uma receita fixa de suco verde, cada vez dá para variar e fazer diferente. Cada pessoa tem a sua receita e seu gosto e dá para fazer com os ingredientes que temos em casa. Confira o benefício de algumas hortaliças verdes normalmente usadas para fazer o suco:

Alfafa: diminui o estresse, melhora o desempenho de atividade física ou intelectual intensa e ajuda recuperar o corpo debilitado.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Folhas de Brócolis: diminui os efeitos do envelhecimento, previne a anemia e evita o aparecimento de doenças degenerativas como o câncer.

Salsinha: A salsinha é rica em vitaminas, combate a asma, bronquite e outras doenças pulmonares. Estimula a circulação, protege o fígado, melhora a textura da pele e é diurética, prevenindo pedras nos rins.

Couve: A couve é rica em ferro, vitaminas e minerais, a couve previne anemia, melhora o aspecto da pele, previne câncer, melhora o funcionamento do intestino, previne inflamações e retarda o envelhecimento.

Pepino: O pepino tem grande quantidade de potássio, enxofre e manganês. O suco de pepino rejuvenesce os músculos e dá elasticidade às células da derme. Ele ajuda no crescimento dos cabelos, prevenindo a queda. O consumo regular do suco de pepino retarda o envelhecimento e dá mais energia ao organismo.

Leia também: Kifina funciona

Saiba mais sobre folhas verdes.

Minha receita do suco verde
Já que cada um tem a sua receita do suco verde, essa é a maneira que normalmente faço. Esse suco fica muito nutritivo e vale como uma refeição.

Leia também: Phytophen funciona

Ingredientes

Folhas verdes: couve, rúcula, salsinha e hortelã (um punhado de cada)
Gengibre e limão
Maçã com casca ou abacaxi
500 ml de água
Uva passa (uma colher de sopa cheia)
Linhaça (uma colher de sopa)
Whey protein (uma colher de sopa)
Gordura: castanhas ou óleo de coco
Modo de preparo:

Bata no liquidificador as folhas verdes, a fruta, o gengibre e o limão com água e coe. Reserve o suco.

No liquidificador, após coar o suco, coloque uva passa, whey protein, linhaça e algum tipo de gordura (pode ser amêndoas ou óleo de coco). Acrescente o suco verde coado. Bata bem e não coe. Rende 3 copos.