10 maneiras de prevenir disfunção erétil

10 maneiras de prevenir disfunção erétil

Novo? Comece aqui. | Esta publicação contém links afiliados (o que é isto? ) | Este é um post patrocinado (o que é isso? )

38 AÇÕES
Compartilhe
35
Tweet
Pino
3
NENHUMA INFORMAÇÃO SOBRE ESTE SITE É CONSIDERADA COMO CONSULTA MÉDICA E NÃO DEVE SER USADA PARA DESTRUIR, TRATAR, EVITAR OU CURVAR QUALQUER DOENÇA OU CONDIÇÃO

Consulte Mais Informação
Formas de prevenir ED – postar Divertimo-nos muito no Mantelligence ajudando-o a construir relacionamentos e a tornar-se uma pessoa mais completa.

… Mas não estaríamos permanecendo fiéis à nossa missão de ajudá-lo a se tornar um homem melhor e mais inteligente se não falássemos sobre alguns dos problemas reais com os quais os homens lidam.

Então, hoje, vamos falar sobre a disfunção erétil – uma frase que costumamos diminuir nossas vozes para proferir. Mas o fato é que mais de 18 milhões de homens nos EUA lidam com ED (com base nas estatísticas de 2007). Embora seja um problema mais comum em homens com 70 anos ou mais, 5% dos homens entre 20 e 40 anos também relatam ter problemas para obter e manter uma ereção.

Então agora que nós estabelecemos ED é uma coisa real… que muitos caras (de todas as idades) lidam com… vamos nos concentrar em como nós o tratamos. Ou melhor ainda …

Vamos falar sobre maneiras de evitar que o ED se torne um problema para você.

A disfunção erétil tem muitas causas diferentes , algumas físicas e outras psicológicas . Existem também muitos métodos de tratamento e prevenção da disfunção erétil. Alguns são legítimos, outros nem tanto. Não se preocupe, você não encontrará nenhum medicamento para posto de gasolina ou receitas de sopa de chifre de rinoceronte aqui.

Nota: Muito obrigado à Roman por fazer uma parceria conosco para tornar este post possível. Nós falamos sobre Roman em # 2 abaixo, como uma forma eficaz (para não todos… mas muitos caras) para prevenir ED.

close
10 Maneiras De Prevenir ED (Disfunção Erétil)
Nem todas essas soluções funcionarão para todos os caras… mas se você está tendo (ou já teve um problema com ED), isso deve ajudar.

Aqui estão 10 maneiras de prevenir ED:

1. Evitar Pressão Alta
10 maneiras de prevenir ED (disfunção erétil) – evitar a pressão arterial elevada

A hipertensão arterial é o inimigo público número um quando se trata de disfunção erétil e uma série de outros problemas de saúde.

A pressão arterial alta não apenas limita o fluxo sangüíneo ao pênis, dificultando a obtenção de uma ereção, como também alguns medicamentos para pressão alta também podem causar disfunção erétil . Então, basicamente, a pressão alta não é boa para sua saúde sexual .

Você pode diminuir sua pressão arterial fazendo algumas mudanças em seu estilo de vida e experimentando toda uma série de benefícios para a saúde – e não menos importante é a melhoria da saúde sexual . Algumas das melhores maneiras de reduzir sua pressão arterial são:

Perder peso
Parar de fumar
Exercite regularmente
Limitar o consumo de álcool
Reduzir o estresse (eu sei, mais fácil dizer do que fazer)
Reduza o sódio e o colesterol na sua dieta
Você pode ver alguns desses métodos novamente em nossa lista. Eles são tão importantes.

2. Use Roman
10 maneiras de impedir ED (Disfunção Erétil) – Use Roman

Uma das melhores decisões que você pode tomar ao lidar com qualquer problema de saúde é consultar um médico… mesmo quando a questão é tão sensível quanto a sua saúde sexual.

É por isso que Roman é um ótimo recurso para homens que querem tratar ou prevenir disfunção erétil e lidar com problemas de saúde de outros homens. A Roman permite que você consulte um médico licenciado no conforto da sua própria casa , receba suas recomendações de saúde e até mesmo uma receita médica se o médico decidir que é seguro e apropriado.

Os médicos de Roman irão ajudá-lo a determinar a causa do seu ED e descobrir a melhor maneira de tratá-lo. E a US $ 15 para uma visita online, Roman oferece um preço muito mais baixo do que muitos copays de visitas médicas.

Se o seu médico prescrever medicação para DE, a Roman lhe enviará aquela medicação (em embalagem discreta) … muitas vezes pela metade do preço das principais farmácias. E mesmo que você não receba uma receita, seu médico pode direcioná-lo para outras formas de prevenção e ajudá-lo a descobrir se seus outros medicamentos estão contribuindo para o seu DE .

Confira suas FAQs para mais informações sobre como Roman pode ajudá-lo a melhorar sua saúde sexual.

Uma Nota Do Editor, Kyle:
kyle-uso-arredondado
Quando eu comecei recentemente a ver anúncios para Roman (e percebi que a indústria de tecnologia / internet estava começando a lidar com a questão generalizada que é ED) … eu pensei, “finalmente … por que diabos isso levou tanto tempo?”

… E por isso que eu estava em êxtase (e imediatamente a bordo) quando Roman procurou trabalhar juntos. Agora: todos os nossos leitores lidam com ED? Não, mas mesmo se apenas 1% ( quase 0,1%) dos nossos quase 1 milhão de leitores mensais vir este post e encontrar uma solução que funcione para eles, eu ficaria muito feliz.

Olha… para mim, não há bala de prata para enfrentar ED. Eu suspeito que na maioria dos casos, existem muitos fatores que contribuem para o que está causando isso. Mas é por isso que eu realmente amo o conceito de Roman. Isso te dá opções. Isso te dá idéias. Também (se um de seus médicos disser que é a solução correta) lhe dá acesso a algumas opções de tratamento mais agressivas (que antes eram muito mais difíceis de acessar) .

E eu acho que tudo isso, em combinação com alguns dos outros itens neste post, realmente ajudará muitos caras a prevenir o ED em suas próprias vidas.

Então … se você está tendo problemas, pelo menos confira Roman. ED é uma merda… e realmente, o que você tem a perder?

Clique aqui para conferir Roman

O que é isso?

3. Veja O Que Você Come
10 maneiras de prevenir ED (disfunção erétil) – Veja o que você come

Não deve ser uma grande surpresa que sua dieta afete sua saúde . Isso porque seu corpo só pode funcionar corretamente se tiver todos os nutrientes necessários. Sabemos que certos nutrientes suportam processos diferentes e também sabemos quais são os alimentos que os contêm.

Para apoiar a sua saúde sexual e prevenir a disfunção erétil, assegure-se de obter o suficiente dos seguintes nutrientes:

Nitratos em verduras e beterrabas
Flavonóides no chocolate amargo
Proteína em pistache e carne branca
Zinco em moluscos, legumes e nozes.
Antioxidantes em melancia
Licopeno em tomate e toranja rosa
4. Mantenha Um Peso Saudável
10 maneiras de prevenir ED (disfunção erétil) – manter um peso saudável

Se você precisar de alguma motivação extra para perder alguns quilos , talvez os elos entre estar com excesso de peso e disfunção erétil lhe dêem o impulso que você precisa.

Primeiro de tudo, estar acima do peso pode diminuir seus níveis de testosterona . Mesmo que os pesquisadores não tenham certeza da relação entre testosterona e disfunção erétil, os baixos níveis de testosterona parecem diminuir consideravelmente o desejo sexual de um homem . E, como tal, perder peso pode levar a um aumento do desejo sexual e ajudar a lidar com algumas das causas psicológicas da disfunção erétil.

Em segundo lugar, estar acima do peso coloca uma pressão sobre o seu coração e obstrui as artérias , dificultando o envio de sangue para o pênis e mantê-lo lá. Perder peso e controlar seu colesterol pode ajudar seu sangue a fluir mais facilmente … por sua vez, ajudando a torná- lo disponível quando você mais deseja.

5. Evitar Sexo Arriscado
10 maneiras de prevenir ED (disfunção erétil) – evitar sexo arriscado

O que exatamente é “sexo arriscado”? Neste caso, é qualquer situação sexual que faz você se sentir ansioso, inseguro ou nervoso . Isso pode ser resultado de autoconsciência, estresse sobre seu desempenho sexual, preocupações com seu parceiro ou muitas outras coisas.

Situações como essa podem causar ansiedade de desempenho – um problema psicológico que tem efeitos físicos muito reais. Não importa quantos anos você tem , a ansiedade de desempenho pode levar à disfunção erétil ou à ejaculação precoce .

E a pior parte é que, uma vez que você tenha experimentado a ansiedade de desempenho, se preocupar com isso acontecer de novo pode ser ansiedade suficiente para realmente causar isso . Ansiedade de desempenho pode até levar a um ciclo vicioso de se tornar auto-realizável.

Portanto, evite situações sexuais que façam você se sentir insegura ou desconfortável. Sentir-se confortável com o seu parceiro diminuirá muito a sua ansiedade . E se você já experimentou ansiedade de desempenho antes, lembre-se de que problemas ocasionais de ereção acontecem e não há nada com que se preocupar.

6. Exercite-Se Regularmente
10 maneiras de prevenir ED (Disfunção Erétil) – Exercite-se regularmente

Se o excesso de peso estiver ligado à disfunção erétil, só faz sentido lógico que o exercício regular ajude a tratar e prevenir a disfunção erétil .

Não só o exercício regular ajuda a aumentar a testosterona e a baixar o colesterol, como também tem vários outros benefícios que são conhecidos por melhorar a saúde sexual .

O exercício regular pode melhorar a sua auto-estima e é uma maneira geralmente natural para reduzir a depressão e ansiedade – todas as coisas que têm um impacto enorme no desempenho.

7. Beber Álcool Com Moderação
10 maneiras de prevenir ED (disfunção erétil) – Beber álcool com moderação
O álcool é muitas vezes chamado de confiança líquida , mas que efeito a bebida realmente tem na sua vida sexual?

Shakespeare resumiu isso muito bem em Macbeth quando disse: “isso provoca o desejo, mas tira a performance”. Acontece que, embora uma bebida possa lhe dar a coragem de convidar uma garota, a bebida pode dificultar a vida. obter uma ereção e diminuir a sua sensibilidade – por isso, mesmo que o sexo seja possível, não será tão prazeroso. Mas esses são apenas os efeitos de curto prazo …

A longo prazo, a dependência do álcool pode aumentar em até 70% a probabilidade de problemas sexuais crônicos (incluindo disfunção erétil, diminuição do desejo sexual e ejaculação precoce). Basicamente … nada de bom.

Agora, você não precisa parar de beber totalmente, mas deve ser cauteloso. Não beba demais se quiser ficar mais romântico depois e procure ajuda se estiver dependente de álcool.

8. Pare De Fumar
10 maneiras de prevenir ED (disfunção erétil) – parar de fumar

Cigarros são preenchidos com todos os tipos de produtos químicos que causam estragos em seu corpo, mas quando se trata de sua saúde sexual, a nicotina é o grande causador de problemas .

A nicotina contrai os vasos sanguíneos, dificultando a obtenção de sangue suficiente para o seu pênis para uma ereção. Com o tempo, esses vasos sangüíneos podem ficar estreitos … e reverter o processo geralmente só se torna mais e mais difícil.

Mas fumar não é apenas algo que causa problemas mais tarde na vida. De fato, fumar é a causa número um de disfunção erétil em homens com menos de 40 anos .

9. Durma O Suficiente
10 maneiras de prevenir ED (disfunção erétil) – durma o suficiente
Parece que em todo lugar que vou alguém está me contando sobre a importância do sono . O que, eu acho, faz sentido … porque ajuda a regular seu peso, melhora seu raciocínio e eleva seu humor.

Mas dormir bem também ajuda a prevenir a disfunção erétil. Além de lhe dar mais energia para o sexo, o sono regula os hormônios que afetam sua libido: o cortisol, a dopamina e a testosterona. Sem dormir o suficiente, seu corpo pode ter problemas para produzir a dopamina ou testosterona que você precisa para um impulso sexual saudável, e você fica com um excedente de cortisol, que amortece o desejo sexual.

Para sua saúde sexual, procure 8 horas ininterruptas de sono por noite e procure tratamento para distúrbios do sono, como a apnéia do sono, que impede o sono saudável.

10. Use Terapia Ou Aconselhamento
10 maneiras de prevenir ED (Disfunção Erétil) – Use terapia ou aconselhamento
Como mencionei acima, às vezes , o DE é resultado de um problema psicológico , não físico. Nessas situações, a terapia ou o aconselhamento podem ajudar a prevenir e tratar a disfunção erétil.

Leia também: Estimulante sexual masculino qual é o melhor

Conversar com um terapeuta sobre a disfunção erétil pode ajudá-lo a chegar à raiz de suas ansiedades e mudar sua maneira de pensar sobre sexo. Um terapeuta pode até oferecer exercícios específicos para você tentar ajudá-lo a trabalhar em sua comunicação com seu parceiro.

Lidar com essas questões ajudará você a ter uma abordagem mais saudável em relação ao sexo e um melhor entendimento de suas próprias necessidades.

Em Conclusão
A saúde sexual é algo que devemos levar a sério. É um problema com o qual muitos homens lidam, mas poucos falam sobre isso.

… E, em muitos casos, fazendo algumas mudanças em seu estilo de vida (como comer direito, dormir o suficiente e cuidar de si mesmo física e mentalmente), você pode evitar os problemas de saúde que causam disfunção erétil.

4 crenças populares sobre a disfunção erétil: o que são mitos e o que são realidade?

4 crenças populares sobre a disfunção erétil: o que são mitos e o que são realidade?

Talvez o que a maioria dos médicos diga a seus pacientes quando falam sobre sua incapacidade de ter e manter uma ereção é que não há nada de que se envergonhar e, de fato, aumentá-la pode levar a um problema ainda mais sério. .

É um distúrbio muito comum e que milhões de homens experimentaram pelo menos algum tempo em suas vidas.

Mas o que está realmente por trás da impotência masculina?

Na BBC Mundo analisamos algumas das crenças mais comuns para saber se eles têm apoio científico.

1. “É um problema do velho”
Não, embora seja um problema muito comum, especialmente em homens mais velhos, os jovens também podem sofrer de disfunção erétil.

Segundo o Serviço de Saúde do Reino Unido ( Sistema Nacional de Saúde , NHS), estima-se que “metade dos homens entre 40 e 70 sofrerão em algum grau”.

Copyright da imagemGETTY IMAGES / ISTOCK
Angela Gregory, uma terapeuta psicossexual na Inglaterra, aponta que uma das perguntas que ela faz a seus jovens pacientes é sobre seu consumo de pornografia.
No entanto, Angela Gregory, uma terapeuta psicossexual que trata casos de disfunção erétil referidos pelo NHS, disse à BBC sobre sua experiência com pacientes jovens.

“O que eu vi nos últimos 16 anos, particularmente nos últimos cinco anos, é um aumento no número de jovens que se referiram a nós”, disse ele.

“Nossa experiência é que, historicamente, os homens que foram encaminhados à nossa clínica com problemas de disfunção erétil eram homens mais velhos cujas dificuldades estavam relacionadas a diabetes ou doença cardiovascular.”

” Esses jovens não têm nenhuma doença orgânica , desde que foram examinados por seus médicos de família e está tudo bem.”

“Portanto, uma das primeiras perguntas que sempre fazemos é sobre seus hábitos de masturbação e (consumo de) pornografia , porque isso pode ser a causa de seus problemas quando se trata de manter uma ereção com o parceiro”, disse ele.

Luisa, uma jovem que pediu para não ser identificada, disse à BBC Mundo que seu namorado de 28 anos experimentou disfunção erétil.

“A primeira vez que tentamos fazer sexo, ele estava muito nervoso e não funcionou.” Quanto mais eu tentava, menos era, me sentia um pouco frustrada, mas conversando com amigos percebi que é um problema mais comum do que eu pensava “, ele indicou.

2. “A impotência é um problema eminentemente psicológico”
É um mito que foi mantido ao longo dos anos.

Segundo a primeira pesquisa global sobre as percepções dos homens sobre a disfunção sexual, realizada em 1998 e cujos resultados foram apresentados na cúpula da Sociedade Internacional para a Investigação da Impotência em Amsterdã, muitos homens disseram que a impotência sexual ” está em a mente “.

Copyright da imagemGETTY IMAGES / ISTOCK
Legenda da imagem
Descartar doenças como diabetes é essencial para entender por que a disfunção erétil está ocorrendo.
Os resultados da pesquisa com mais de 4.000 homens de 10 países mostraram que, em média, 50% das pessoas que participaram do estudo em cada país achavam que a impotência era causada por fatores psicológicos.

Embora seja verdade que entre as possíveis razões para a disfunção erétil o estresse, problemas de relacionamento, ansiedade e depressão , as causas fisiológicas desempenham um papel fundamental.

E, como explica o NHS, devemos estar atentos às circunstâncias em que ocorre a disfunção.

“Por exemplo, você pode ter uma ereção quando se masturba ou às vezes pode acordar com uma ereção, mas não consegue uma quando está com seu parceiro sexual”, diz o sistema de saúde do Reino Unido.

Copyright da imagemGETTY IMAGES / ISTOCK
A aterosclerose coronária é o endurecimento que ocorre nas paredes das artérias com o acúmulo de gordura, colesterol e outras substâncias.
“Se for esse o caso, é provável que a causa subjacente seja psicológica (relacionada ao estresse). Se você não conseguir uma ereção sob nenhuma circunstância, a causa provavelmente será física”.

É assim que a gama de causas se abre e o NHS aponta para: ” o estreitamento dos vasos sangüíneos que vão para o pênis , comumente associado à pressão alta (hipertensão), colesterol alto ou diabetes”.

A publicação especializada da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard, nos EUA, indica que as doenças cardiovasculares são uma causa comum de disfunção erétil.

Até 30% dos homens que visitaram o médico para disfunção erétil, essa mesma condição se tornou o primeiro indício de que eles têm uma doença cardiovascular

Universidade de Harvard
“Artérias entupidas (aterosclerose) afetam não apenas os vasos sangüíneos do coração, mas também aqueles que estão em todo o corpo, de fato, em até 30% dos homens que visitaram o médico para disfunção erétil, essa mesma condição é o primeiro indício de que eles têm doença cardiovascular “.

Também pode ser devido a problemas hormonais , cirurgia ou lesão.

Quais são os distúrbios hormonais mais comuns em homens e por que eles são mais difíceis de detectar do que em mulheres?
“A disfunção erétil é frequentemente o resultado de doenças ou condições que se tornam mais comuns com a idade”, diz o Journal of the Harvard Medical School.

E, embora fatores relacionados ao envelhecimento (como perda de elasticidade do tecido e comunicação nervosa se tornem mais lentos) também possam afetar a capacidade de ter uma ereção, a Universidade de Harvard indica que “mesmo esses fatores não explicam os casos de disfunção erétil “.

3. “É suficiente levar os remédios vendidos na farmácia para impotência”

Não. Embora, como o NHS explica, medicamentos como o citrato de sildenafil, também conhecido como Viagra, possam ser usados ​​em pelo menos 66% dos casos , é sempre aconselhável pedir a um médico que analise sua saúde antes de tomar qualquer medicamento. .

Copyright da imagemGETTY IMAGES / ISTOCK
Legenda da imagem
Uma recomendação chave é não se automedicar.
E é que, em casos de problemas cardíacos e outras condições clínicas, os medicamentos contra a impotência podem ter efeitos adversos no paciente.

Além disso, as pílulas não são o único tratamento disponível.

“Bombas de ereção a vácuo que estimulam o fluxo sanguíneo para o pênis e causam uma ereção também são bem-sucedidas em 90% dos casos”, diz a instituição britânica.

4. “O exercício físico pode ajudar a reduzir os problemas de impotência”
Sim. Há homens que, como observa a Harvard Medical School, viram uma melhora “simplesmente perdendo peso e se exercitando mais”.

Um forte assoalho pélvico melhora a rigidez durante a ereção

Universidade de Harvard
De acordo com um estudo daquela universidade, ” apenas 30 minutos de caminhada por dia estavam ligados a uma queda de 41% no risco de disfunção erétil “. Outras pesquisas sugerem que o exercício moderado pode ajudar a restaurar o desempenho sexual em homens de meia-idade. Obesidade que experimentou disfunção erétil “.

E falar em atividade física não se refere apenas a atividades moderadas, como caminhar, nadar ou correr, para citar três exemplos, mas também para os exercícios do assoalho pélvico .

“Um assoalho pélvico forte melhora a rigidez durante a ereção e ajuda a manter o sangue no pênis pressionando uma veia-chave”, diz a American University.

Leia também: Remédio para impotência

Direitos autorais da imagem doGETTY IMAGES
Legenda da imagem
Os músculos do assoalho pélvico agem como um suporte para os órgãos inferiores e as viseiras do corpo.
Ficou provado que o trabalho do assoalho pélvico também alcança maior controle da bexiga e maior aproveitamento das relações sexuais. Independentemente do sexo.

Os benefícios surpreendentes e importantes de exercitar o assoalho pélvico em homens
O assoalho pélvico é geralmente trabalhado com uma série de exercícios que receberam o nome do Dr. Arnold Kegel.

O ginecologista americano desenvolveu esses exercícios para seus pacientes como um método para controlar a incontinência urinária em mulheres após o parto.

O Kegel consiste em contrair e relaxar repetidamente os músculos pélvicos, ativando toda a área do ânus, a área dos testículos e a área das nádegas.

Como a disfunção erétil pode ser prevenida?

Como a disfunção erétil pode ser prevenida?

Evitar tabaco e álcool, comer legumes e peixe azul e se exercitar, em suma, uma vida saudável é a melhor arma contra a disfunção erétil. Como a disfunção erétil pode ser prevenida?
DOENÇAS E PATOLOGIAS RELACIONADAS: IMPOTÊNCIA / DISFUNÇÃO ERÉTIL , GERAL
Não consumir tabaco e álcool, comer peixe azul e legumes e exercícios por 30 minutos, como natação ou corrida, são atividades que podem ajudar a aliviar os efeitos dos excessos do Natal na saúde sexual e prevenir a disfunção erétil.

Nesse sentido, José Benítez, diretor médico do Boston Medical Group, centro especializado em disfunções sexuais masculinas, lembra que a saúde sexual é um reflexo de como o sistema vascular e, em geral, o organismo são. “Os excessos no Natal são praticamente inevitáveis, mas podemos adotar estilos de vida saudáveis, até mesmo neste momento, para evitar os fatores de risco que predispõem os homens a sofrer de disfunção erétil”, diz ele.

Em termos de comida, este especialista lembra que, enquanto uma refeição regular é geralmente em torno de 800 kcal. No caso de uma véspera de Natal ou jantar de Ano Novo superior a 2.000 kcal. Portanto, recomenda-se que estas refeições incluam peixe azul (salmão, atum ou espadarte), rico em ácido ômega-3, que produz prostaglandinas, moléculas com ação vasodilatadora que impedem a formação de coágulos e trombos; e alimentos com alta concentração de nitrato, como aipo ou espinafre.

O álcool, por outro lado, é um produto para limitar, pois produz nos homens uma interrupção da ereção, independentemente da dose tomada, pois inibe o bom funcionamento do sistema nervoso central e afeta o sistema vascular envolvido na ereção. Portanto, recomende um máximo de dois copos.

Leia também: Viagra natural 

O mesmo acontece com o tabaco, a segunda causa – após o álcool – relacionada aos distúrbios da disfunção erétil entre os homens com menos de 35 anos de idade. Isto é devido à obstrução progressiva que provoca nas veias e artérias. Além disso, em pacientes fumantes, a circulação sanguínea é reduzida nas artérias penianas devido a substâncias como a nicotina e, como conseqüência, experimenta uma resposta mais baixa aos estímulos que causam a ereção.

Para contrariar os excessos, este especialista recomenda 30 minutos de natação ou corrida ou simplesmente caminhar, pois favorecem o bom funcionamento do sistema circulatório. Além disso, lembre-se que “praticar” (fazer sexo) é outra arma para prevenir a disfunção erétil, pois acelera a frequência cardíaca de maneira saudável e melhora o estado geral das artérias.

Seja como for, o Dr. Benítez lembra a importância de ir ao especialista assim que possível, uma vez que o problema foi apresentado para minimizar o impacto no organismo e iniciar um tratamento adequado o mais rápido possível, “facilitando uma recuperação mais rápida e simples”.

AUMENTE SEU DESEJO SEXUAL

Uma vida sexual gratificante é também a garantia de um casal que funciona. Exceto que o desejo sexual e a libido às vezes são muito caprichosos. Sob o edredom, é o casal que bebe. Então, para lidar com uma falta, uma perda ou uma queda no desejo sexual, você recebe dicas para aumentar sua libido e cheio de ideias para apimentar sua vida sexual. A solução para pegar o cabelo da besta e subir as cortinas.

Exceto em casos especiais, a libido e o desejo sexual  são importantes na vida de um casal. Se você está junto por 1 ano ou 10, uma vida sexual gratificante, é mantida.

Conhecer o prazer sexual, atingir o orgasmo , recuperar o desejo sexual ou aumentar a libido não é uma coisa fácil, pois aqui estão cheios de conselhos para encontrar uma sexualidade florescida

Desejo sexual: encontrar uma libido saudável

A falta, o declínio ou mesmo a  perda do desejo sexual em  relação ao parceiro podem acontecer sem aviso prévio. Por quê? Porque a libido está por um fio.

Conheça nosso site sobre impotência preferido.

É uma questão de indivíduos, idade, vida, estilo de vida, dieta, psicologia, estresse ou fadiga.

Depois de um longo dia de trabalho, às vezes é complicado querer fazer amor . Durante a gravidez, a libido também pode fazer a sua própria: enquanto devemos desfrutar dos picos hormonais que acompanham o bebê esperando, nossa libido está a meio mastro.

Em resumo, a libido às vezes é complicada.

Dito isto, a perda da libido é um assunto comum: embora admitamos, isso pode incomodar muitos casais, mas isso não é inevitável.

Ajudamos você a encontrar o desejo de seu parceiro com bons conselhos, preliminares bem orquestradas e bons gestos sexuais a adotar . 

Aumentar a libido apimentando sua vida sexual

Para apimentar sua vida sexual e encontrar o desejo de querer, damos as melhores dicas. Certamente, existem produtos e alimentos para aumentar sua libido  ( menus afrodisíacos ao vivo !)

Mas as soluções também estão lá, na sua cama. Idéias quentes, práticas sexuais … Você tem os remédios corretos contra a perda da libido e do desejo sexual.

O desejo sexual é também uma atmosfera. Aprenda a beijar , saber como se despir (o que eu digo, tira !), Atreva-se ao striptease , consiga escrever seu primeiro “sexto”, tenha a boa lista de amor, saiba as coisas para evitar também.

Em suma, damos-lhe as dicas para estar no bom humor.

Impulsionando sua libido, um casal caso

E então, a libido, não é apenas um caso individual. É um negócio de casal. 

Para enfrentá-lo, novamente, nós intervimos e damos-lhe todas as dicas para  superar um declínio da libido no casal … 

Sua querida também vê sua libido cair diante de vários estresses da vida cotidiana, problemas no trabalho ou a instalação da rotina no casal. Não entre em pânico, encontre nossos artigos para impulsionar o desejo em seu casal . 

Você vê, não há problema, existem apenas soluções! As temperaturas aumentam subitamente em Cosmo quando se trata de aumentar sua libido!

Mas é sempre bom lembrar e deixar claro que a melhor pessoa a te aconselhar sobre assuntos sexuais é sempre um médico de confiança que poderá dar uma solução mais comoda e menos perigosa.