A aptidão estética, musculatura e estética

A aptidão estética, musculatura e estética

Entre as novas modalidades que existem no mundo dos esportes está a ‘estética fitness’ ou estética fitness, em espanhol, que nasce de uma categoria originada há alguns anos nos Estados Unidos. Além de conseguir um corpo esbelto e musculoso, o que se busca é a perfeição estética.

Um novo conceito

Cecil Terán, personal trainer, destaca que o bodybuilding evoluiu a tal ponto que hoje um músculo gigante com grandes separações musculares não é mais priorizado como no passado, mas sim um sistema de vida saudável com uma nutrição bem administrada. “As pessoas ficaram assustadas quando viram corpos com simetrias desproporcionais. Para alcançar esses tamanhos, suplementos ilegais são necessários em muitos lugares e eles não são bons para a saúde ”, diz ele.

Outra mudança que o especialista vê é na formação das mulheres, pois antes aquelas que se dedicavam ao fisiculturismo tinham uma aparência viril, com músculos que poderiam ultrapassar qualquer homem e até mesmo mudanças na voz. “Agora as competições não estão mais comparando a quantidade de músculo que a pessoa tem, mas é um desfile através de uma passarela glamurosa mostrando uma estética ideal de uma maneira elegante, tanto em homens quanto em mulheres”, afirma.

A importância da nutrição

De acordo com sua experiência, as pessoas estão assimilando bem essa nova tendência, mas o mais complicado é mudar a dieta, que no final representa 70% ou 80% do treinamento. Na aptidão estética trata-se de eliminar a hipertrofia muscular, isto é, alcançar definição e simetria nos músculos, antes do tamanho e do volume.

Ao procurar um modelo ideal para seguir, Terán menciona o nome de Frank Zane, um dos fisiculturistas mais respeitados de todos os tempos em escala global. “Quando falamos de um corpo ‘ideal’, nos referimos a uma simetria perfeita, para isso precisamos nos alimentar com calorias exatas, a fim de aumentar a massa muscular e reduzir a porcentagem de gordura”, acrescenta.

Leia também: Neosaldina para sua dor de cabeça

Dicas para o dia a dia

Falando sobre o treinamento necessário para chegar a um corpo “perfeito”, é importante saber que a quantidade de peso levantada e o número de repetições feitas são o que define o volume muscular.

Na “aptidão estética” é aconselhável lidar com menos peso com mais repetições. No entanto, para falar com números exatos, é necessária uma avaliação prévia, pois isso depende do nível de cada pessoa, da sua idade e da intensidade com que eles treinam. Além disso, não há necessidade de exigir o corpo, pois pode haver efeitos contrários ao que é procurado. (MC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *